Como dar entrada no Seguro Desemprego

Foi demitido sem justa causa e quer dar entrada no Seguro Desemprego? O Seguro Desemprego como todos estão cientes é um dos direitos mais importantes entre os trabalhadores atuais, pois é um benefício oferecido pelo Governo que oferece um auxilio mesmo que por um período pequeno enquanto o trabalhador procura um novo emprego. Claro que existem regras sobre quem pode receber e a quanto tempo tinha que estar trabalhando como podemos acompanhar nesse artigo anterior clique aqui. Então se você se enquadra nas regras do Seguro e deseja solicitar aqui vai o passo a passo de como solicita o seu. Vamos lá?

📌 Antes de proseguir confira se tem direito ao Seguro Desemprego.

Como solicitar o Seguro Desemprego

Agora sim, sabendo que tem direito a receber o seguro, para solicitar o benefício o trabalhador precisar ir até um dos locais abaixo:

  • Posto Poupa Tempo;
  • SRTE – Superintedências Regionais do Trabalho e Emprego;
  • SINE – Sistema Nacional de Emprego;
  • DTRs – Delegacias Regionais do Trabalho
  • PATs Postos de Atendimento ao Trabalhador;
  • Agências credenciadas da Caixa Econômica Federal;
  • Qualquer posto credenciado pelo MTB (Ministério do Trabalho).

* Mas atenção em alguns locais (postos Poupa Tempo) é necessário agendar dia e hora para o atendimento pela Internet ou telefone, antes de comparecer consulte. São facilmente feitas através do  Portal do Poupatempo ou pelo telefone do Poupatempo 0800 772 36 33 (para ligar de qualquer telefone fixo), ou 0 + código da operadora + 11 2930 3650 para ligação pelo celular, tendo custo cobrado pela operadora) ou pessoalmente no posto que deseja fazer a solicitação.

📅 Se preferir faça o agendamento na internet pelo site do MTE!

Quais os documentos necessários para Seguro Desemprego?

  • Documento de identidade, podendo ser:documentos para dar entrada no seguro desemprego
    • RG;
    • Carteira de motorista;
    • Certidão de casamento desde que possua nele a data do matrimonio e uma foto;
    • Certidão de nascimento;
    • Passaporte;
    • Certificado de reservista.
  • CPF;
  • Comprovante de Residência.
  • Cartão do PIS/PASEP ou Cartão do Cidadão;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social;
  • Requerimento de Seguro Desemprego e Comunicação de Dispensa;
  • Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho;
  • Documentos de levantamento dos depósitos no FGTS ou extrato comprovem os depósitos;
  • Comprovante dos três últimos contracheques ou recibos de pagamento anteriores ao mês da demissão.

Até quando posso dar entrada no Seguro Desemprego?

O solicitante por normal geral (trabalhador formal) deve dar entrada no benefício nos prazos: desde o 7º ao 120º dia, contados da data de dispensa do trabalho;

Como é feito o calculo Seguro Desemprego?

Para fazer o seu calculo é saber quantas parcelas e o valor delas, saiba que o número de parcelas pagas do auxílio podem ser de e três a cinco. O número de parcelas muda dependendo das solicitações e o tempo trabalhado antes de ser demitido.

O calculo do valor da parcela do seu seguro é muito simples de fazer, apenas some o valor dos três últimos salários brutos e divida o total por 3. Sabendo o valor da média de seus salários, veja o resultado e compare com os valores abaixo para calcular o valor da sua parcela:

Como calcular o valor da parcela do seguro-desemprego

Vamos fazer um exemplo Pratico:

  1. Se eu recebi nos três últimos meses antes de ser demitido um salário bruto de R$937,00 (salário mínimo) por mês, tenho que multiplicar 937 x 3 = 937 salário médio.
  2. Sabendo o meu salário médio vejo que estou por embaixo de R$ 1.405,23 pelo qual tenho que multiplicar 937 x 0.8 = R$ 749, 60 Valor da parcela.

Atenção: Mesmo que a média de seus salários de um valor inferior ao salário mínimo atual, o valor da parcela do seguro-desemprego nunca vai ser menor do que um salário mínimo R$937,00.

📌 Confira: Quer saber o número de parcelas que tem direito?

Parcelas de Seguro Desemprego

Como receber as parcelas?

dinheiro do seguro desempregoSe o trabalhador demitido tem uma conta Poupança ou conta Caixa Fácil da Caixa Econômica Federal as parcelas serão depositadas automaticamente na conta, caso não possua uma não tem problema, o auxílio poderá ser retirado nas casas Lotéricas, Correspondentes Caixa Aqui ou em uma Agência da Caixa Econômica.

DICA: Todos aqueles trabalhadores com cartão Cidadão com senha já cadastrada também podem retirar o dinheiro das parcelas nos autoatendimentos da Caixa Econômica.

Pronto, agora você sabe como agir caso necessite receber o auxílio do Seguro Desemprego, já conhece as suas regras, como solicitar, onde e como sacar o benefício e tudo isso de forma objetiva. Agora é só seguir os passos acima para usufruir de mais este direito trabalhista. Até a próxima! 😉

2 Comentários

  1. Dorcineia
  2. marselha bessa

Deixe o seu Comentário: